Complexo recebe nova turma de concursados da Ebserh

No período de 01 a 04 de outubro foram recebidos mais 63 concursados que irão compor os quadros funcionais dos hospitais que compõem o Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Pará (UFPA)/Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) - João de Barros Barreto (HUJBB) e Bettina Ferro de Souza (HUBFS). A programação contou com o acolhimento, a assinatura do contrato, treinamento em segurança do trabalho e tour pelo HUJBB.  
 
Iniciando a programação, no dia 01, os funcionários receberam as boas-vindas do médico e sociólogo Paulo Amorim, Superintendente do Complexo. Com entusiasmo, ele parabenizou o grupo e destacou a importância de cada funcionário, independente do vínculo, para a instituição hospitalar. Segundo ele, "existe um amor muito grande dos servidores a este hospital", e os novos servidores chegam para somar nesse processo, pois "cada um com sua expertise contribui para construir o Sistema Único de Saúde (SUS)", enfatizou o Superintendente.
 
Para apresentar os principais eixos que movem o Complexo, os gerentes e chefes das divisões, setores e unidades apresentaram seus respectivos serviços: Ivana Sousa apresentou a Gerência Administrativa, Pedro Piani e Ana Yokoyama a Gerência de Ensino e Pesquisa, Lauricéia Valente e Ana de Fátima Brito a Gerência de Atenção à Saúde do HUJBB e HUBFS. Em seguida os novos trabalhadores puderam conhecer melhor o Setor de Tecnologia da Informação, o Setor de Planejamento e Gestão de Custos, a Divisão do Cuidado, a Divisão de Gestão de Pessoas, a Divisão de Enfermagem, o Setor de Farmácia e o Setor de Apoio Diagnóstico.
 
Um dos pontos importantes que foram expostos na reunião foi sobre os direitos e deveres dos empregados, carga horária, requerimentos por insalubridade e avaliação de desempenho. O chefe da Divisão de Gestão de Pessoas, José Miguel Pereira, enfatizou que a avaliação durante o estágio probatório "tem o objetivo identificar pontos de melhoria do desempenho e da relação entre empregado e chefe". A Ebserh propõe, para o estágio probatório, uma avaliação aos 40 dias de estadia do profissional, e outra aos 80 dias, seguindo o plano de trabalho elaborado entre chefia e trabalhador.
 
Ainda na tarde do dia primeiro, foram assinados os contratos de trabalho dos concursados, os quais receberam também informações sobre suas funções e os setores onde serão lotados. A fisioterapeuta Adriana Oliveira, que ingressou no Barros Barreto no cargo de fisioterapeuta respiratória, disse que espera que essa oportunidade contribua com a sua carreira, assim como na formação de outros profissionais, "Aqui é um hospital-escola, então estou na expectativa de aprender e, ao mesmo tempo, repassar conhecimentos para os que estão começando", ressaltou.
 
A técnica de enfermagem Alessandra Moraes, que também é estudante do curso de Serviço Social, contou que aproveitará todas as oportunidades de aprendizado que o Complexo oferecer aos funcionários, na certeza que irão ajuda-la no seu crescimento profissional. Para ela, ao ser convocada para assumir o cargo, representa a superação de desafios. "Eu lutei por essa vaga e hoje estar aqui assinando o contrato é uma emoção muito grande", enfatizou.
 
Treinamento – Continuando o acolhimento, a Unidade de Saúde e Segurança do Trabalhador (USST), em parceria com a Divisão de Gestão de Pessoas (DivGP) do Complexo, promoveu no dia 02 de outubro o treinamento sobre a Norma Regulamentadora 32, que dispõe sobre as normas de segurança do trabalho. Foram discutidos tópicos relevantes ao cotidiano dos trabalhadores da área da saúde, como: biossegurança, riscos químicos, radiações ionizantes, fluxo de acidentes com material biológico, equipamentos de proteção individual, acidentes de trabalho, Procedimentos Operacionais Padrão (POP), bem como outras disposições sobre segurança.
 
Para Lorelai Sodré, técnica de enfermagem que participou do treinamento, ficou satisfeita com o que aprendeu e com a estrutura que o Barros Barreto possui em segurança do trabalho. Ela diz que "aqui nós temos a quem recorrer para tirar as nossas dúvidas e nos ensinar a prevenir e remediar situações em que ocorrem acidentes". E segundo o chefe da USST, Wellington Lucas, essa era a expectativa do Complexo, a de "garantir informação e conhecimento nessa etapa inicial de integração aos hospitais". Ele explica que treinamento é programado sempre que uma turma de concursados ingressa, e que o objetivo é "que todos iniciem a jornada preparados para o ambiente de trabalho".
 
Na quarta-feira, 03, foi feita uma apresentação sobre as notificações da Unidade de Gestão de Riscos Assistenciais do Barros Barreto (UGRA). Ministrada pela enfermeira Clarisse Monteiro, chefe da Unidade, que apresentou aos profissionais o Programa Nacional de Segurança do Paciente e os protocolos de segurança das instituições hospitalares. Após a palestra, os profissionais receberam suas cartas de apresentação e foram direcionados para seus respectivos locais de trabalho para o início das atividades.
 
Finalizando as atividades, na quinta-feira, 04, aconteceu o acolhimento aos enfermeiros e técnicos de enfermagem, promovido pela Divisão de Enfermagem do Barros Barreto. A chefe da Divisão, enfermeira Elaine Souza, apresentou a estrutura, competências e desafios do trabalho na área de enfermagem da instituição hospitalar. Após a apresentação aconteceu o "Hospitour", momento no qual as chefias dos setores, unidades e ambulatórios conduziram os novos enfermeiros e técnicos para uma visita às instalações do HUJBB.  
 
Concurso – Desde 2015 o Complexo Hospitalar da UFPA faz parte da Rede Ebserh. Em 2016 a estatal realizou certame que ofertou 815 vagas nas áreas médica, assistencial e administrativa. As vagas vão sendo gradativamente preenchidas desde agosto de 2017, sendo esta a décima turma de concursados que toma posse. Até janeiro de 2019 todas as vagas do concurso devem ser preenchidas.
 
 
Texto: Paola Caracciolo – Ascom do Complexo Hospitalar da UFPA/Ebserh
 
Fotos: Paola Caracciolo e Edna Nunes – Ascom do Complexo Hospitalar da UFPA/Ebserh