Capacitações para profissionais da enfermagem apresentam inovações em terapia infusional

A segurança do paciente é uma das principais preocupações dos profissionais da saúde. Pensando nisso, a Divisão de Enfermagem do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB), vinculado ao Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Pará (UFPA)/Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), promoveu dois eventos de capacitação: o Curso de Habilitação para o Uso de Punção Ecoguiada por Catéter Central de Inserção Periférica (PICC), e o Café Científico, com o tema “Boas práticas no manejo da terapia endovenosa”. Os eventos ocorreram de segunda-feira, 08, a sexta-feira, 10, no Centro de Estudos do Hospital Barros Barreto (HUJBB) e contaram com a participação de enfermeiros e técnicos de enfermagem da instituição hospitalar. 
 
Segundo Bruno Pires, especialista em Acesso Vascular e Terapia Infusional, a passagem de PICC é uma passagem de acesso venoso central por inserção periférica, que tem indicação para medicações acima de seis dias. “A escolha do melhor dispositivo oferece ao paciente conforto ao longo de toda sua terapia e garante menos complicações. O cateter de PICC propicia o conforto por ter um acesso em uma só picada durante a sua internação, e também evita complicações”, explicou. Ele destaca também que o Barros Barreto já utiliza produtos inovadores nos tratamentos: “o Hospital já utiliza o Nexiva, que é um acesso vascular de alta tecnologia, então percebe-se que os profissionais já têm conhecimento na área de terapia infusional”.
 
O curso foi realizado em dois dias, sendo o primeiro dedicado a discussões teóricas e apresentações de diferentes produtos utilizados na terapia infusional, e no segundo dia os participantes puderam acompanhar na prática a inserção de um cateter de PICC. Luciana Fernandes, enfermeira da Unidade de Terapia Intensiva do HUJBB, foi a escolhida para realizar o procedimento e, segundo ela, o impacto é positivo: “Para nós esse é um instrumento muito bom, pois por ser de longa permanência, ele melhora a qualidade do atendimento aos pacientes que são mais debilitados e que necessitam com frequência de acesso venoso”, explica. 
 
Café Científico – Na manhã do dia 10 foi realizado o Café Científico com o tema “Boas práticas no manejo da terapia endovenosa”, ministrado pela enfermeira Jessica Lane Fernandes, consultora de Desenvolvimento de Negócios da Empresas BD. Segundo ela, o objetivo foi “fazer um momento de estudo com os profissionais de enfermagem, revisar os cuidados e focar em manutenção de cateter. A ideia é trabalhar a educação do profissional para prevenir complicações relacionadas à assistência em saúde”. A enfermeira Norma Santos, da Unidade de Doenças Infectoparasitárias do HUJBB, participou do evento: “achei uma boa iniciativa do hospital, pois nós tivemos um número bem expressivo de profissionais”, comenta. 
 
A chefe da Divisão de Enfermagem do HUJBB, Elaine Souza, informou que o objetivo das capacitações é socializar conhecimentos e apresentar os diferentes produtos que estão sendo utilizados na área da terapia infusional. “Existe hoje um avanço na terapia infusional, com possibilidade de escolha do cateter mais adequado para receber infusões de diversas naturezas, de forma a garantir a qualidade da prestação de serviço, a segurança do paciente e a segurança do trabalhador, por isso é importante que os profissionais conheçam os diferentes produtos”, enfatizou. Ela também comentou a importância de avaliar a utilização desse produto dentro da realidade local e ver seus benefícios, pois “a nossa busca é a melhor qualidade de assistência ao paciente”. 
 
 
Texto: Paola Caracciolo – Assessoria de Comunicação do Complexo Hospitalar da UFPA/Ebserh
Fotos: Paola Caracciolo e Edna Nunes – Assessoria de Comunicação do Complexo Hospitalar da UFPA/Ebserh