Rede Ebserh discute ações e melhorias dos hospitais universitários

Brasília (DF) – Representantes dos 40 hospitais universitários ligados à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), estiveram em Brasília para participar, na terça, 24, e quarta, 25, do Fórum de Superintendentes da Rede Ebserh. O objetivo do encontro foi trocar experiências e discutir a realidade das unidades hospitalares administradas pela rede.

Segundo o presidente da Ebserh e responsável pela abertura do Fórum, Kleber Morais, eventos desse tipo são fundamentais para a empresa, pois colocam em discussão melhorias na área de saúde, ensino e pesquisa nas unidades da Rede. “Isso garante uma melhor oferta de serviços e de formação de profissionais”, afirmou. “Temos, sim, a obrigação de melhorar a cada dia a saúde pública do Brasil e daqueles que estão no nosso país”, acrescentou.

Presente à solenidade, o vice-presidente substituto da Ebserh, Arnaldo Medeiros, reforçou que os superintendentes sempre se reúnem para planejar e discutir ações e estratégias nos hospitais vinculados. “É importante para avaliarmos onde nós estamos e pensarmos para onde nós queremos ir”, disse. “E, nessa conjuntura, a gente vai avançando".
Kleber Morais ainda reforçou que a Ebserh está sempre à disposição para que os hospitais apresentem dificuldades, desafios, conquistas e expectativas de futuro. “Esse momento é fundamental para alinharmos nossas ações, sempre buscando a excelência no ensino e na pesquisa na área da saúde, sem esquecer jamais a assistência de qualidade e humanizada à população brasileira”, afirmou.

Programação

O evento teve, em sua programação, palestras com o secretário de Saúde do Estado do Paraná, Antonio Carlos Nardi, com o diretor-geral da TV Escola, Fernando Veloso, com o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Abílio Baeta, com o secretário-executivo do MEC – substituto, Felipe Sigollo, e com o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Rogério Abdalla.

Durante o fórum também foram discutidos temas como a comunicação em rede, a possibilidade de realizar a ação Ebserh Solidária no estado de Roraima, a Leis das Estatais e o novo Estatuto Social da instituição, a situação do Projeto Mais Ebserh, compras centralizadas, dentre outros temas. Além disso, os superintendentes terão espaço na agenda dos diretores da Rede Ebserh para discutir assuntos de interesse de cada unidade hospitalar.

Sobre a Ebserh

Vinculada ao MEC, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.
A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.
 

Texto: Reprodução Assessoria de Comunicação da Ebserh – Brasília.
Imagem: CCS/Ebserh.