Semana de Enfermagem debate sobre a assistência e homenageia os profissionais

Emoção e enriquecimento de conhecimento foram as palavras que marcaram a Semana de Enfermagem do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Pará (UFPA)/ Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), realizada na última semana nos hospitais Bettina Ferro de Souza (HUBFS) e João de Barros Barreto (HUJBB). Ao longo de quatro dias, de segunda-feira, 14h, a quinta-feira, 17, os profissionais da área contaram com a presença de representantes de entidades da categoria, bem como de outras instituições de saúde, para troca de experiências sobre o que há de novo na Região Amazônica, no Brasil e no mundo ao que diz respeito à Enfermagem.

A abertura do evento aconteceu no auditório do HUJBB, com a participação de gestores, profissionais do Complexo, alunos e convidados. Entre eles, o vice-reitor da UFPA, Gilmar Pereira; o superintendente do Complexo Hospitalar da UFPA/Ebserh, Paulo Roberto Amorim; a presidente do Conselho Regional de Enfermagem, Danielle Cruz; e a Diretora da Faculdade de Enfermagem da UFPA e representante da Associação Brasileira de Enfermagem (Aben), Rosineide Tavares.

Em forma de agradecimento, a comissão organizadora das divisões de Enfermagem do HUJBB e HUBFS promoveu homenagem especial às enfermeiras, auxiliares e técnica de enfermagem, recentemente, aposentadas: Eldina Barbosa, Ercianilda Maria Alves, Josefa Soares e Maria Eunice Saldanha (auxiliares de enfermagem); Maria de Jesus Silva e Sueli Luna (enfermeiras); e Leonice Nascimentos (técnica de enfermagem).

Cuidar - O vice-reitor exaltou a importância dos profissionais da enfermagem, sobretudo, pela capacidade de estar sensível com o outro e pelo outro, "um exercício que nos desafia cotidianamente, porque a prática da ciência, de modo geral, tende a ser compreendida de maneira fria e precisamos saber, mesmo na ciência, não poder de vista o afeto".

Paulo Amorim também ressaltou a dedicação da categoria, em especial, a que apresentam junto aos usuários dos hospitais Bettina Ferro e Barros Barreto. Ele pontuou a desenvoltura dos profissionais por atuarem de forma transversal em ambas instituições de saúde. Fez ainda questão e ressaltar a importância da figura da Enfermagem "Quero lembrar da importância histórica de Florence Nightingale, porque foi ela quem arrumou e deu base à cientificidade da enfermagem e permitiu que hoje possamos discutir o cuidado, mas não o cuidar aleatoriamente e sim na forma de base científica", enfatizou.

Palestras – Um dos destaques foi a da superintendente Assistencial do Hospital Oswaldo Cruz, de São Paulo, Fátima Gerolin, que fez um relato de experiência sobre a assistência da instituição hospitalar. "Apresentei o modelo de assistência do Oswaldo Cruz e que na verdade é multidisciplinar, baseado em alguns conceitos e que temos avançado bastante. A ideia é apresentar essa proposta de assistência e cada unidade poderá fazer uso dela de acordo com a sua realidade de gestão", informou.

No HUBFS, a enfermeira Neiliane Platon abordou o tema central da semana "A Centralidade da Enfermagem nas Dimensões do Cuidar". Ela lembrou à plateia presente no Bettina o protagonismo da enfermagem desse processo do cuidar, como um cuidar processual, que tem o enfermeiro como elemento central.

Para a enfermeira da Terapia Intensiva do HUJBB Léia Lima, o evento foi "uma experiência ímpar, porque isso representa a união. Um tempo atrás, o Barros Barreto e o Bettina Ferro funcionavam separadamente. Agora, enquanto Complexo, atuamos de forma integrada, o que é muito melhor".

Na opinião da técnica de enfermagem da Unidade de Oftalmologia do HUBFS Ana Celis Ferreira, todo o evento foi importante, pois reforçou a nossa prática diária. "Por isso, tenho que agradecer muito por essa experiência. Cheguei a trabalhar 22 anos no Barros Barreto e foi o meu primeiro emprego, então essa troca foi muito importante", comentou.
 

Texto e fotos: Edna Nunes – Ascom do Complexo Hospitalar da UFPA/Ebaserh e Silvia Giese – Bolsista da Ascom do Complexo Hospitalar da UFPA/Ebserh.